sexta-feira, 30 de julho de 2010

Ponta Negra, Manaus

Foto: Autor desconhecido


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Isaac


Foto: Lúcio D2


Foto: Petit Corbu


Foto: Thiago Sampaio



Foto: Adriel Medeiros



Foto: Adriel Medeiros


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Isaac



Foto: Implurb



Foto: Implurb


 Foto: Implurb


 Foto: Implurb



Foto: Ronald Pimenta


  Foto: Implurb



Foto: Ponta Negra



Foto: Ponta Negra



Foto: Ronald Pimenta



Foto: Clovis Miranda


Foto: Prefeitura de Manaus

Evite ir à Ponta Negra no fim de semana, principalmente durante o dia. Por se tratar do único balneário na área urbana de Manaus, a praia fica insuportavelmente lotada aos sábados e domingos.


Foto: Eu Já Fui


Entre setembro e janeiro, com a vazante do Rio Negro, a praia da Ponta Negra chega a atingir 2 km de extensão.


Foto: Natassya França da Silva

Park Suites Hotel, em cujo topo está situado o Bistrô Mon Plaisir e de onde se tem a vista mais bonita da cidade.


Foto: Inácio Santiago


Foto: Waldecleber Gonçalves


Foto: Prefeitura de Manaus



Foto: Prefeitura de Manaus



Foto: Marcio James


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Isaac


Foto: Marina Souza


Foto: Portal Amazônia


Foto: Adriel Medeiros


Foto: Jornal Amazonas Em Tempo


Foto: Prefeitura de Manaus


Foto: Prefeitura de Manaus


Foto: Jornal A Crítica


Foto: Jornal A Crítica


Para mais informações, acesse Descobrindo o Amazonas: Ponta Negra.

IMPORTANTE: A maioria das fotos foi tirada diretamente da internet. Elas tem o único propósito de divulgar as belezas do Amazonas e eu não possuo direito autoral algum sobre elas. No caso de fotos cujos nomes dos autores não aparecem, isso quer dizer que os nomes dos mesmos não foram identificados nos sites de onde foram colhidas as fotos. Caso algum autor queira que eu identifique/corrija seu nome na foto, basta deixar um comentário. Da mesma forma, caso algum autor deseje que eu retire a sua foto do blog, basta se manifestar que eu o farei. Obrigado pela compreensão.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Descobrindo o Amazonas

O Amazonas é um belo estado. Localizado bem no coração da floresta amazônica, ele reúne uma série de paisagens únicas e de tirar o fôlego, dada a sua grandeza. Aliás, por se tratar de um estado com dimensões quase continentais, o Amazonas abrange diversos tipos de paisagens dentro do próprio ecossistema amazônico. Aqui você pode encontrar florestas de mata fechada, rios negros e barrentos, cachoeiras e quedas d’água, praias de água doce, campos e até mesmo serras e montanhas.

Apesar de todas essas belezas, o estado aproveita muito pouco das suas potencialidades ecoturísticas. Focados quase que exclusivamente em turistas estrangeiros (e ricos), os hotéis de selva e agências de turismo da região praticam preços inacessíveis para a realidade brasileira (e até mesmo para um turista estrangeiro comum). Para piorar, a infra-estrutura local de transporte rodoviário, hidroviário e aéreo é extremamente precária, oferecendo serviços caros e, em sua maioria, de baixa qualidade. Assim, viajar por conta própria também se torna um desafio.

Diante desse cenário, eu resolvi criar o site Descobrindo o Amazonas, com o objetivo de servir, de maneira simples e pessoal, como um portal de informações sobre os principais pontos turísticos do estado e, principalmente, sobre como ter acesso a eles e aproveitá-los da forma mais segura, econômica e completa possível.

Da mesma forma, este blog complementa o site, permitindo que eu poste notícias, resenhas, comentários gerais e, vez por outra, devaneios pessoais, sobre o que está acontecendo em Manaus e na Amazônia como um todo. Além disso, é uma forma de aumentar o conteúdo do site, já que o servidor limita o número de páginas que eu posso criar por lá (de graça, até injeção na testa, né?).

Por fim, vale destacar que o site (e este blog) nasceu do desejo não só de facilitar o acesso de turistas ao Amazonas, mas, sobretudo, da vontade de mostrar aos próprios amazonenses a quantidade de belezas que a nossa terra possui e que nós mesmos não conhecemos. Tenho certeza que muitos manauaras ficarão boquiabertos quando virem as fotos da Serra do Aracá, das praias de Barcelos e Maués, da Serra da Bela Adormecida, e de várias outras paisagens que, sim, estão ao alcance das nossas mãos.


video